Gavião: Viagens e turismo

Situado no Norte alentejano, o concelho é atravessado pelo Tejo e a primeira barragem construída neste rio foi a de Belver, uma zona boa para a pesca e para praticar desportos aquáticos, como remo e jet-ski, ou simplesmente para passear de barco e usufruir da beleza da vegetação e das ravinas de xisto vertical que mergulham nas águas do rio.

Na pequena vila de Belver, vale a pena visitar o castelo do século XII, que foi restaurado e cujo interior alberga a Capela de São Brás, e também a Igreja Matriz.

A actual sede do concelho, Gavião, já existia no tempo dos romanos (há uma interessante ponte romana em Ribeira da Venda) e recebeu o foral do rei Dom Manuel I em 1519.

A região produz vinhos, azeite e cortiça e é também importante a criação de gado bovino.

O turismo privilegia o contacto com a Natureza e proporciona actividades ao ar livre, como passeios a pé e a cavalo, para explorar locais ainda inexplorados e de rara beleza.

O artesanato local inclui trabalhos em madeira, cortiça e chifre.

Quanto à gastronomia, faz questão de realçar os sabores do Tejo (enguias, lampreia, sável, achigã), mas não descura outros pratos típicos, como a lebre com couve e o javali, ou deliciosas receitas de cabrito e borrego.
Destaque
Pousada de Juventude de Viseu Pousada de Juventude de Viseu
Portal do Fontelo, Viseu
Mesmo que não encontres lá o teu amor, Viseu tem para ti inúmeros pontos de interesse turístico e cultural. Sede de distrito, num planalto entre diversos sistemas montanhosos e onde correm rios como o Paiva e o Dão, a cidade de Viseu está ligada à figura histórica de Viriato que, qual Astérix, desancou os romanos.

Ofertas especiais

Encontre aqui o seu hotel

Destino

Check-in

Check-out

 © 1997-2021 Guia de Viagens Portugal Travel & Hotels Guide | Termos legais | Contacto