Alenquer: Viagens e turismo

Castelo
Castelo
Sempre que passam pela estrada por onde avistam Alenquer, os portugueses têm tendência para exclamar: «Olha, parece um presépio!» Alenquer tornou-se assim conhecida por causa da sua Vila Alta, a zona velha da população, que trepa pelas colinas acima e deixa para trás a área nova da cidade, construida junto ao rio.

Esta ideia de Alenquer sempre condicionou a imagem da vila, que no entanto oferece outros motivos de interesse. A região é fértil, coberta de vinhas, pomares e pinhais. Densamente povoada, vêem-se grupos de pequenas e características aldeias, como pode ser observado na bela Aldeia Galega.

No centro da vila de Alenquer, a Igreja de São Pedro, do século XV, contém o túmulo do seu filho nativo, o cronista da época das Descobertas Damião de Góis (1501-74). Pêro de Alenquer, um navegador que acompanhou Bartolomeu Dias e Vasco da Gama, também nasceu aqui.

Perto das ruínas do castelo, do século XIII, o Mosteiro de São Francisco exibe um claustro manuelino e um portal do mesmo século. Foi o primeiro mosteiro franciscano de Portugal, fundado ainda durante a vida do santo.

Perto de Alenquer, em Meca, a enorme Igreja de Santa Quitéria abençoa os animais cada mês de Maio.

Devido à sua reputação, Alenquer exibe, em cada Natal, figuras da Sagrada Família e do Presépio.
Destaque
Quinta do Covanco Quinta do Covanco
Alenquer
$$$ (50 a 100 euros)

Gozando de uma localização maravilhosamente tranquila perto de Alenquer, esta casa de campo do século XIX, completamente restaurada, está no meio de uma propriedade rural centenária, rodeada por uma vasta paisagem rural.

Ofertas especiais

Encontre aqui o seu hotel

Destino

Check-in

Check-out

 © 1997-2021 Guia de Viagens Portugal Travel & Hotels Guide | Termos legais | Contacto