Viseu: Viagens e turismo

Sé
Viseu tem sido apropriadamente chamada «Cidade do Verde Pinho», pois está rodeada de imensos pinheirais que parecem exercer a sua influência tranquila sobre a simpática e animada capital de distrito.

Foi berço de um dos maiores artistas portugueses do século XVI: Grão Vasco (1475-1540), que dá hoje nome a um museu, um hotel e até uma marca de vinho. O museu, instalado no antigo paço episcopal, exibe algumas das suas obras-primas e quadros de outros pintores da época da escola de Viseu.

Os visitantes podem ainda admirar a Porta do Soar de Cima, aberta na cerca afonsina do século XV, a graciosa fachada em estilo rococó da Igreja da Misericórdia, ou a catedral do século XVII, com as suas torres gémeas.

A encantadora cidade antiga exibe um labirinto de ruelas onde ainda se podem descobrir janelas manuelinas, velhas oficinas de latoeiros e curiosas lojinhas baixas.

Todas as terças-feiras, a cidade fervilha com o mercado, mas em Setembro a feira prolonga-se por todo o mês e atrai milhares de visitantes.

Através do concelho, inúmeras aldeias pitorescas ainda conservam as suas casas com as características varandas em madeira, e belos solares erguem-se nas quintas.

O artesanato inclui cestaria de verga e vime e renda de bilros.

Viseu é conhecida pelos seus óptimos restaurantes, onde pratos tradicionais portugueses são servidos em grande variedade e abundância.
Destaque
Pousada de Juventude de Viseu Pousada de Juventude de Viseu
Portal do Fontelo, Viseu
Mesmo que não encontres lá o teu amor, Viseu tem para ti inúmeros pontos de interesse turístico e cultural. Sede de distrito, num planalto entre diversos sistemas montanhosos e onde correm rios como o Paiva e o Dão, a cidade de Viseu está ligada à figura histórica de Viriato que, qual Astérix, desancou os romanos.

Ofertas especiais

Encontre aqui o seu hotel

Destino

Check-in

Check-out

 © 1997-2019 Guia de Viagens Portugal Travel & Hotels Guide | Termos legais | Contacto